top of page

Tendências e inovações na geração distribuída de energia solar


A programação da 78ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) continua a todo vapor em Gramado/RS. No terceiro dia do evento, 10/8, o tema tratado nessa tarde foi a Geração Distribuída. O conceito refere-se à geração de energia elétrica no local ou próximo ao ponto de consumo, permitindo o uso de fontes como eólica, solar e biomassa para a produção de energia.


A primeira palestra foi ministrada pelo eng. eletric. Diogo Vogel Lisboa, CEO da Vogel Consultoria e Engenharia, empresa especializada em Projetos de Sistema Fotovoltaico, que discutiu a homologação de projetos em concessionárias de usinas solar fotovoltaica para minigeração acima de 300 kW, bem como os novos cenários e oportunidades emergentes no mercado de geração distribuída.


A discussão rondou os principais conceitos e leis que cercam a temática, aspectos técnicos das práticas profissionais e os problemas enfrentados no cotidiano da implementação dos projetos. Para Diogo, esse processo deve “ter uma preparação e objetivo claro. Ainda assim, não adianta ter isso e não saber transmitir, tem que ter uma comunicação eficaz, foco no interesse mútuo das partes (concessionárias e cliente), conhecimento de mercado e concessões estratégicas para estabelecer os acordos”.


O conselheiro federal eng. eletric. Marcos da Silva Drago foi o moderador do debate após a apresentação.


Em seguida, o secretário-executivo de Estado de Energia da Paraíba, eng. eletric. Robson Barbosa, compartilhou o exemplo bem-sucedido da Paraíba na implementação de miniusinas fotovoltaicas para suprir a demanda de energia de edifícios públicos. O estado vem sendo o retrato da produção de energia renovável no país, com oito parques de energia solar fotovoltaica centralizada em funcionamento e outros seis em construção.


Robson apresentou como a implementação do projeto de miniusinas fotovoltaicas vem se desenvolvendo na Paraíba, contando sua experiência. Abordou também tópicos sobre a diferença entre mini e micro geração distribuída, o que são parcerias públicas e privadas (PPPs), quais as questões motivadoras para o governo do estado optar por esse modelo e as principais etapas e premissas do projeto. “Vários estados e municípios vêm buscando esse caminho. Aqui nesse projeto, nós trabalhamos com 2300 unidades consumidoras espalhadas pelo estado e achamos que cada vez mais será ampliado”, comentou o secretário.


O eng. eletric. Sérgio Maurício Mendonça Cardoso, conselheiro federal, foi o moderador da discussão subsequente.


A Soea é um evento de grande importância para a comunidade de Engenharia e Agronomia, proporcionando um ambiente de networking, atualização profissional e a troca de experiências entre especialistas e estudantes dessas áreas. A discussão sobre energia solar e geração distribuída é especialmente relevante para o contexto atual, onde a busca por fontes de energia limpa e sustentável é uma prioridade global.

Reportagem: Abigail Cardoso (Crea-MA) Edição: Henrique Nunes (Confea) Equipe de Comunicação da 78ª Soea Fotos: Studio Feijão & Lentilha

Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
bottom of page