Construção e trabalhadores: dicas para segurança e prevenção nos canteiros de obras

April 15, 2020

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (CREA-SP), traz
algumas dicas importantes para trabalhadores e empresas do setor de construção civil, neste
momento de conscientização e prevenção ao novo coronavírus. As dicas são do diretor
administrativo do Conselho, engenheiro civil Joni Matos Incheglu.


“É importante esclarecer que o Crea-SP não tem como parar uma obra por questões relativas
ao COVID-19, ação que cabe a outros órgãos, como Defesa Civil, prefeituras, etc. Nossa
atuação é a de fiscalizar para coibir a atuação de pessoas físicas e jurídicas não habilitadas nas
atividades de profissionais legalmente habilitados nas áreas da Engenharia, Agronomia e
Geociências, para garantir a segurança da população”, salienta o engenheiro civil.


Caso o CREA-SP constate, entre as empresas que forem fiscalizadas, aquelas que estão
funcionando sem registro no Conselho, seus agentes fiscais preparam um auto de Infração,
orientando a empresa a requerer seu registro. “Em relação ao novo coronavírus, como forma
de atender às determinações de órgãos públicos de saúde, Governo Estadual e Governo
Federal, podemos orientar e exigir o responsável técnico caso constatemos que há
irregularidades quanto à prevenção”, destaca.


Abaixo estão as dicas para quem está trabalhando em canteiro de obras e para as empresas do
segmento:

 

Trabalhadores
 Ao chegar na obra, faça a higienização com álcool gel e, na falta dele, com água e
sabão;
 Use sempre máscara e luvas se precisar contatar outros colegas de trabalho;
 Uma vez dentro da obra, evite contato com público externo, como sair para locais com
aglomeração de pessoas;
 Evitar contato físico com qualquer pessoa da equipe, como apertos de mão, beijos,
abraços etc. São ações temporárias, para garantir a segurança de todos;
 Ao chegar em casa, higienizar objetos pessoais, maçaneta da porta e mãos, e tomar
banho; além disso, separe suas roupas das de outras pessoas que residam na mesma
casa.


Empresas
 Manter sempre à disposição os produtos essenciais para prevenção, como álcool gel
70% e sabão, orientando para que seja usado com frequência, para higienização das
mãos e material de trabalho, bem como os demais produtos de limpeza;
 Manter sempre as conversas de conscientização, orientando a equipe sempre que
necessário sobre as formas corretas de prevenção e promover o diálogo, com a
participação do mestre de obras e do engenheiro de segurança do trabalho para tirar
as possíveis dúvidas;


Sobre a obra

 Restringir o acesso e circulação de pessoas e fornecedores que não trabalham no local;
 Implementar ação de distanciamento social em ambientes fechados, e avaliar a
implantação de turnos diferenciados;
 Afastamento imediato de pessoas consideradas do grupo de risco: idosos com mais de
60 anos e aqueles que apresentem doenças pré-existentes que podem ser
potencializadas com o COVID-19;
 Caso seja possível, providenciar transporte privado exclusivo para a equipe, evitando
assim, a evitando assim a aglomeração no transporte público.
Joni também reforça que, tão importante quanto se prevenir quanto ao novo coronavírus, é
sempre usar os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados, para segurança de
todos. “As empresas, além de fornecerem os EPIs, precisam ser rigorosas na fiscalização da
utilização correta, do treinamento dos trabalhadores e do modo correto de descarte”, finaliza.

Texto: CDI Comunicação | CREA-SP
Foto: Divulgação
Site: http://www.creasp.org.br/noticia/institucional/2020/03/27/construcao-e-
trabalhadores/3558

 

Share on Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

Presidente da AEAS participa de reunião do Colégio de Entidades Regionais

October 15, 2019

1/4
Please reload

Posts Recentes